Uso de Ácido no Verão. E agora?

Olá pessoal, tudo bem?
O ano findando e eu, pensando em vocês, resolvi escrever sobre o uso do ácido no verão. Sanar aquelas dúvidas básicas: Continuo usando? Qual devo usar? Se pegar sol nas minhas manchas, elas vão voltar? Qual protetor solar usar? Posso ir a praia?

Então genteeeeem, é meio complicadinho mesmo. Eu me faço essas mesmas perguntas todooooooo verão, porque na verdade todo mundo quer a pele do rosto linda, sem manchas, sem acne, enfim, um pêssego não é? Mas também queremos o corpo bronzeado do verão (a maioria, pelo menos). "E aí Hiana, tem como conciliar tudo isso, na melhor estação do Brasiiiiil?". Mais ou menos... Vamos por partes pessoas!

Esse post é feito para todos que tem manchas na pele, tanto as que trataram durante todo ano, e também para aquelas que querem começar a tratar agora. O verão é o maior vilão dos nossos suados tratamento de pele, isso porque a exposição solar faz com que surjam manchas novamente. Além disso, as altas temperaturas fazem com que aumente a oleosidade na pele da maioria das pessoas, ocasionando acnes e cravos (comedões),  


Imagens retiradas do google. 

Experiência vivida por mim!

Em um certo verão, não me lembro o ano, fui passar uns dias no litoral aqui do Espirito Santo, já havia feito tratamento de manchas todo certinho, a pele estava boa até (mas não perfeita). Me protegi de todas as formas, bloqueador solar FPS 70, viseira com proteção solar, não ficava me expondo ao sol de qualquer maneira e nem o tempo todo. Quando ia bronzear o corpo, além de tudo isso citado acima, colocava uma peça de roupa sobre o rosto, onde eu tapava absolutamente tudo, e mesmo assim nem pegava pesado. Resultado: Minha pele manchou do mesmo jeito (snif! snif! snif!...). 
Daí fui pesquisar sobre como funciona você manchar a pele mesmo fazendo tudo certinho....

É sistêmico! 

Como assim sistêmico? Pois bem sistêmico significa que ocorre no corpo todo, que está relacionado com a corrente sanguínea. Logo todo o sol que eu havia tomado "apenas" no corpo, fez aumentar muito o trabalho dos melanócitos, o que obviamente aumentou DEMAIS a melanina no meu "corpicho" gente! A melanina foi lá no melasma atenuado, pelos ácidos, e simplesmente ascendeu a "bendida"! Daí que tive a cutis manchada de novo!

O que ocasiona as manchas na pele chamadas de melasmas/cloasmas (manchas escuras na pele, pelo aumento da melanina)??? 
As células chamadas de melanócitos estão presentes na pele (camada inferior da epiderme), que por sua vez produzem a melanina (responsável pelo pigmento cutâneo). A melanina é um dos responsáveis pela coloração da pele e auxiliam na proteção celular contra a radiação solar. O melasma pode aparecer depois de longa exposição solar com e/ou sem a devida proteção, uso de anticoncepcionais (pílula) e outros medicamentos, após uma gravidez (cloasma gravídico)/alterações hormonais, e por predisposição genética.

Existem 3 tipos de melasma: Superficial (mais fácil de tratar), Profundo e Misto (sendo os últimos mais difíceis de tratar).

É mais comum ocorrer na mulheres, apenas 10% dos homens são acometidos. O local de maior incidência é no rosto, mas podem aparecer também nos restante do corpo. Deve ser considerado um distúrbio de pele crônico, com tratamento e prevenção contínuos. Ainda assim podem ocorrer casos, onde com tratamento adequado as manchas podem desaparecer completamente.  

O que fazer?

E então você pensa agora, "não tem jeito? Cara branca e corpo branco!"
Meninas é quase isso mesmo. Isso não quer dizer que você não pode tomar sol, mas de deve evitar aquele sol de meio dia! Eu mesma irei tomar sol, mesmo porque estou muito branca né!

Vou dizer pra vocês o que eu faço, e tem me servido bem:

#1 Me exponho ao sol com cautela, fora dos horários de "pico", que são considerados de maior incidência dos raios ultravioleta, esses são os que mancham muito a pele, ok? 
#2 Passo bloqueador (Anthelios AirliciumFPS 70 antioleosidade com cor, da La Roche-Posay) e repasso ele de 2 em 2 horas principalmente sobre a mancha.
#3 Passo protetor solar também no corpo, lembra que é sistêmico gente!
#4 Uso viseira com proteção solar junto.
#5 Fico com rosto na sombra e com pano grosso sobre o rosto.
#6 Uso ácido no verão, mais fraquinho. Somente a noite e não é todo dia, gatas e gatos (vou citá-los logo abaixo). Passo somente sobre a mancha mesmo. Já usei o ácido glicólico, ácido mandélico e o ácido tranexâmico, mas agora pretendo mudar, existem muitas novidades!
#7 Hidrato a pele com pós-sol ou creme específico para meu tipo de pele (oleosa), e bebo muitaaaaa água (para saúde e bem estar do corpo todo mesmo). 

Imagem fonte do site Panvel. Meninas o meu tubinho está muito feio e sujo, como tem cor sabem como fica né!

Tipos de ácidos usados no Verão!

Esses ácidos gente, são uns que vocês podem mandar manipular na farmácia, com concentração baixa, na maioria das vezes não são fotossensíveis, e que não necessitam de receita médica.*** 
***MAS ANTES QUE VENHAM ME CRITICAR, NÃO ESTOU PRESCREVENDO NINGUÉM, ESTOU DEIXANDO MINHA EXPERIÊNCIA COM OS MEUS COSMÉTICOS, AOS MEUS LEITORES LINDOS E LINDAS!!! SEMPRE INDICO IR AO SEU DERMATOLOGISTA, POIS ELE É O ÚNICO HABILITADO PARA TE PRESCREVER O MELHOR, CERTO?

ÁCIDO GLICÓLICO:
Ácido glicólico (ou ácido hidroxiacético) é o menor α-hidroxiácido (AHA). É um sólido cristalino incolor, inodoro e higroscópico, sendo altamente solúvel em água. É utilizado em muitos produtos para cuidados com a pele. O ácido glicólico é encontrado em algumas plantas açucareiras.
Devido ao seu excelente poder de absorção pela pele, o ácido glicólico tem várias aplicações em produtos de cuidados para a pele. É normalmente utilizado em peeling químico por dermatologistas em concentrações que variam de 30% a 80% ou em kits domésticos, com concentrações inferiores a 12%. Além da concentração, o pH é importante na determinação de sua eficácia em solução. O pH de uma solução de ácido glicólico em um peeling médico pode ser de até 0,6, forte o suficiente para lesionar a epiderme, enquanto os peelings caseiros têm pH mais alto, próximo à 2,5. O ácido glicólico mostra-se benéfico para peles com propensão à acne, pois ajuda a manter os poros livres do excesso de queratinócitos e também para diminuir sinais e manchas da idade, bem como a queratose actínica.
Não é fotossensível!

ÁCIDO MANDÉLICO:
Derivado do arroz, também age bloqueando a tirosinase, o que inibe a formação da melanina. Promove um clareamento mais leve. O Ácido Mandélico, um alfahidroxiácido (AHA) derivado da hidrólise do extrato de amêndoas amargas, tem sido estudado devido aos seus usos no tratamento de problemas da pele como fotoenvelhecimento, hiperpigmentação e acne. 
Concentração de Uso: 
Gel de 30 a 50% - peeling uso exclusivo médico.
Gel ou creme 10 a 13% - tratamento de rugas e queratoses em geral, uso noturno, aplicar filtro durante o dia. 
Creme 3% - indicado como renovador celular, aplicar de 1 a 2 vezes ao dia. 
Creme 4% - hidratante, esfoliante suave, aplicar em todo o corpo após o banho. 

ÁCIDO TRANEXÂMICO:
Antioxidante, atua contra os radicais livres, moléculas nocivas ao organismo e que estão envolvidas na pigmentação da pele. É um clareador estável, que não oxida facilmente e nem sofre mudanças com a variação de temperatura.
Ele pode ser utilizado através de consumo de cápsulas via oral, como cremes tópicos e também como injeções intradérmicas (método que tem apresentado melhores resultados). Os tratamentos com esse ácido têm apresentado resultados mais satisfatórios em pacientes que apresentam melasma, com baixo índice de efeitos colaterais – como ardência ou irritação na região -, após a sua aplicação.
O tratamento com ácido tranexâmico, apesar de ser apresentado como eficaz e duradouro, ainda não é capaz de oferecer a cura para os pacientes que apresentam o melasma, sendo responsável por somente ajudar a reduzir o surgimento dos sintomas.

ÁCIDO KÓJICO:
É um potente despigmentante natural. Ele inibe a ação da tirosinase como quelante de íons, promovendo a diminuição da formação de melanina, acabando com as manchas. Esse efeito ocorrerá após duas a quatro semanas de uso contínuo, podendo demorar um pouco mais em algumas pessoas que tenham a pele oleosa e/ou muito espessa. seguro, menos irritante e mais suave. Como o ácido kójico é menos irritante, mais suave e não causa fotossensibilização no usuário possibilita seu uso até mesmo durante o dia, além disso o ácido kójico não oxida, podendo ser associados com outros agentes despigmentantes como o ácido glicólico. Não existem dados em humanos nem quanto a teratogenicidade nem carcinogenicidade


ADENIN:
O Adenin é chamado de “Ácido Retinóico do Verão”, porém ele é superior a este último. Ele livra o usuário dos indesejáveis efeitos colaterais do peeling, como a vermelhidão e a fotossenssibilidade. Adenin promove brilho e hidratação intensa à pele e mantém estas propriedades por um período mais duradouro do que os outros hidratantes já conhecidos. Reverte o processo do fotoenvelhecimento sem causar irritação ou queimação durante sua aplicação nem sensibiliza a pele durante a exposição ao sol. Gel creme FPS 60, esse veículo Gel creme é o que de mais moderno e eficaz existe para a incorporação de Fatores de proteção Solar. Possui uma espalhabilidade ótima, suave, sem causar alergias ou irritações. Clareador de Manchas com Adenin 0,1% + Vit C tópica 3% + FPS 60, remove manchas é um Creme Diurno com proteção solar, tripla ação clareadora, embelezadora e protetora dos raios solares nocivos!!! Aplicar 3x ao dia.



ACHROMAXYL:
Ativo botânico clareador e iluminador da pele, eficaz na redução de manchas senis. Achromaxyl é um extrato botânico de Brassicaceae patenteado, desenvolvido para produtos cosméticos de tratamento que tenham ação antienvelhecimento, clareador, antimanchas e iluminador da pele com eficácia clinicamente comprovada e ação na redução de manchas senis.
O ativo diminui a quantidade de melanina nos melanócitos; diminui a quantidade de melanina na pele Caucasiana e na pele Africana, diminui a atividade da tirosinase nos melanócitos, diminui a quantidade de melanina na pele tratada após irradiação UV, reduz a coloração e o tamanho das manchas senis e diminui a pigmentação da pele.


ALFA-ARBUTIN:
Potente clareador derivado da hidroquinona, mas seguro para o verão. É obtido da uva ursi e impede a formação do pigmento que forma as manchas. É um Clareador cutâneo tópico, utilizado no tratamento de hipercromias. Promove clareamento e homogeneidade da tonalidade cutânea em todos os tipos de pele. Quimicamente, é um alfa-glicosídeo de hidroquinona. Possui maior eficácia e estabilidade em relação ao beta arbutin. Alpha Arbutin é um ingrediente ativo puro, biossintético. Um clareador com grande diferencial, clareia e promove um tom uniforme em todos os tipos de pele. Atua bloqueando a biossíntese epidermal da melanina, através da inibição da oxidação enzimática da tirosina, a DOPA. A ligação alfa-glucosídeo oferece uma estabilidade e eficácia maior a molécula. Isto leva à um ativo clareador da pele que atua de forma mais rápida e eficaz, minimiza as manchas já existentes e reduz o grau de bronzeamento da pele após exposição UV, quimicamente estável em pH entre 3,5 a 6,5.

Propriedades 
Age mais rápido que outros clareadores, forma mais estável de Arbutin, fácil de incorporar na formulação, compatível com filtros UV.

Composição 
Alpha Arbutin concentração 2%;
Gel creme q.s.p 1 gr.

Posologia 
Aplicar 2 vezes ao dia sobre as áreas afetadas.


NICOTINAMIDA:
Também conhecida como niacinamida ou vitamina B, inibe a transferência de melanina para os queratinócitos, células nas quais a melanina é degradada e eliminada. É a amida fisiologicamente ativa da niacina (B3), uma vitamina essencial do complexo B. Apresenta como característica ausência de irritação, descamação, fotossensibilização ou efeito comedogênico. Reduz o ressecamento e provoca sensível melhora da textura superficial da pele, demonstrando potente ação antiinflamatória. É indicada nas formas leves a moderadas de acne. A concentração recomendada está em torno de 4% (gel), com uma a duas aplicações diárias. A resposta clínica esperada varia de duas a oito semanas, dependendo da resposta individual e severidade clínica.


VITAMINA C:
Um dos mais importantes antioxidantes naturais, regula a produção da melanina, deixando a pele mais luminosa, e estimula a síntese de colágeno, suavizando rugas e linhas de expressão. Ideal para o tratamento das peles envelhecidas e com sinais avançados de envelhecimento como rugas, marcas, manchas e flacidez.
Atua de forma ampla e universal em todas as camadas da pele oferecendo um tratamento mais efetivo e com maior estímulo da produção de colágeno e elastina.
A vitamina C é essencial para a produção do colágeno e elastina, uma vez que sem a sua presença a formação do colágeno é frágil e não garante a sustentação e elasticidade da pele. Estudos publicados nos Anais Brasileiros de Dermatologia comprovam que a Vitamina C estimula a produção do colágeno e aumenta a proliferação celular. Além disso, a Vitamina C inibe os efeitos maléficos dos radicais livres na pele garantindo uma aparência jovem da pele.

Fontes:
www.dermage.com.br
www.wikipedia.org


Explico tudo no Canal também!

Finalizando a linha de raciocínio, escolhendo um dos ácidos listados acima, sendo ele o melhor para a sua pele, aliando ao bom e velho protetor solar, e evitando exposição excessiva ao sol, certamente vocês terão um ótimo verão e com a pele bem cuidada não é?

De coração espero que tenham gostado, em breve tem vídeo no canal sobre o assunto do Post de hoje. Deixem suas dúvidas nos comentários, e se inscrevam no canal e curtam nossa página no Facebook para ajudar o blog a crescer cada dia mais. Compartilhem nas redes sociais, esse assunto é muito procurado no verão! Obrigado por tudo meu lindos e lindas!

Beijokas!!!

5 comentários:

  1. Boa noite! Queria uma informação sobre mancha na pele. Tenho manchas de picadas de insetos há anos e tenho a pele negra, bem escura. O que vc me recomendaria?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei lindona
      Então, os ácidos podem ser usados em qualquer tipo de pele.
      E também em qualquer lugar do corpo, basta saber cuidar (lavar, passar bloqueador e evitar exposição solar)!
      Boa sorte linda
      Beijo

      Excluir
  2. Oi Hiana, tudo bem?? Espero que sim :)
    Eu ia começar agora o tratamento com o Vitacid Plus para as manchas, mas vi aqui que não é bom usar no verão. Então estou pensando em comprar esse Adenin 0,1% + Vit C tópica 3% + FPS 60. Já que ele tem protetor na composição, não preciso aplicar protetor solar em cima então?? Outra dúvida, não consegui achar resenhas sobre ele na internet, você sabe se o resultado é semelhante ao uso do Vitacid Plus? Obrigadaa!

    ResponderExcluir
  3. Ei Letícia, tudo bem sim e com você?
    Então ainda não comecei a fazer uso do Adenin, li muito sobre, ele é como se fosse um ácido pra atenuar bem de leve as manchas, meio que pra não abandonar a pele nessa época do ano, assim como pra evitar o surgimento de outras manchas. E sobre a proteção solar não é necessário, já que possui FPS 60, no meu caso eu usaria porque gosto de bloqueador com cor ne. Isso vai de pessoa pra pessoa. Vitacid Plus é mais forte que ele com certeza, mas é uma boa opção pra quem quer tratar manchas no verão. DICA MINHA: use o adenin de dia, e a noite use outro ácido, tipo o ácido mandélico/glicólico/ tranexâmico... só escolher e mandar manipular em baixas concentrações, na minha opinião terá um efeito melhor assim! Espero ter ajudado.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi! Eu usei ácido no bumbum para tirar manchas de espinhas, gostaria de saber quantos dias após o uso eu posso ir a praia sem riscos?

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar no Blog.
-Peço uma única coisa: LEIA o post antes de comentar, eu escrevi com muito carinho pra você leitor, e deu muito trabalho pra fazer.
-Sua opinião é muito importante para mim e faz meu blog crescer.
-Deixe seu comentário que eu responderei o mais breve possível, com muito carinho!
-Se me seguir é só deixar o link e dizer que me seguiu, que eu sigo de volta com o maior prazer!

Volte mais vezes!
Beijo